Candy Color: Nail art + Look!

Eba!!! Dia de Quinta é dia de trocar posts com as meninas do grupo. O tema dessa semana é Candy Color. E eu, claro, fiz a nail mais fofinha do universo! HAHA Brincadeira. Tentei caprichar. Eu ia fazer o combo nail + makeup + look, MAS aí o post ficaria muito longo e não daria muito certo. Enfim, montar looks com cores delicadas é bem fácil. E eu fiquei super inspirada, porque lá no Google tem muitas fotos bacanas. E vocês sabem que eu adoro objetos/cabelos e tudo bem colorido, desde os tons mais claros, até os mais fortes.

NAIL CANDY:






O que usei nas unhas:
Adesivo - Look das Unhas
Colorama - Pétala Branca
Avon - Boas Vibrações
Avon - Amore Mio
Beauty Color - Chocky
Colorama - Cobertura Intensificadora
Risqué - Relax da Penélope
Nas unhas decidi que as cores seriam fariam parte de um look diferente. Adoro nails bem diferentes, mas que combinam entre si, sabe? Acredito que dá um ar mais juvenil e alegre. Recebi esse adesivo da Look das Unhas e, assim como naquele post que falei sobre nail, achei que ficou bem bacana. Depois que a gente pega a prática, fica bem mais fácil, né?

Uma dica: use tons claros. É bom que a maioria das pessoas gostam, mesmo aquelas que têm receio de "ousar". Para o look completo não ficar aquele exagero, decidi usar uma blusa branca meio formal (que tava guardada no guarda-roupa há umas semanas) e uma saia rosa com uma tonalidade mais viva. Os acessórios, como o colar, o brinco e a bolsa, deram o toque final ao look.

MEU LOOK CANDY








O que usei no look:
Blusa - Sem marca (mamãe me deu)
Saia - Sem marca (minha irmã me deu)
Colar - Da mamãe
Sapatilha - Caillet Shoes

Eu não poderia fechar o post, sem antes falar do conforto da sapatilha da Caillet. Eu ainda tô impressionada. Desde quando descobri que sapatilhas nesse estilo são mais macias, dou preferência a esse material. Acho que, no dia-a-dia, andar com um calçado desconfortável é o fim. Não é porque recebi não, mas achei mais confortável do que a que uso sempre aqui no blog. MAS amo as duas. :-) PS: Só que dá pena usar essa... de tão linda que é.

Ahh, vocês podem ver o post da Gaya e da Paty.

Esse post NÃO é um publi. Recebi a sapatilha pra mostrar aqui no blog, mas a opinião é minha! E que amor é ela, não? haha

Onde me encontrar: FacebookInstagram ♥ Comunidade ♥ Bloglovin ♥ Youtube

Como melhorar a auto-estima?



Sei que de vez em quando bate uma tristeza. A insatisfação acabou tomando conta do mundo. Com certeza você já deve ter reclamado uma vez ou outra do seu corpo, das suas espinhas ou de algo que, aparentemente, é diferente pra você. Todo mundo tem lá seus defeitos, mas exigir tanto de si acabou se tornando um vício e fazendo com que a gente com a auto-estima lá em baixo. Criaram padrões que, convenhamos, estou longe de seguir. Sou magra, mas, como a maioria das pessoas, eu via problemas nisso.

Quando passei a entender que todo detalhe que eu exigia demais do meu corpo, percebi que as coisas melhoraram pra mim. Não vale a pena ressaltar o que há de diferente, mas enxergar a magreza como um fator positivo (muitas de vocês talvez enxerguem como algo bom, mas, acreditem: tudo em excesso faz mal) com certeza me fez sentir melhor. E então? Como eu fiz pra eu me sentir melhor com meu corpo e com os dons que tenho (todo mundo tem dom pra alguma coisa, saiba disso)?

♥ Tente pensar positivamente sobre algo que te deixa pra baixo

Se você não tem o corpo dos seus sonhos ou se você não conseguiu realizar aquela viagem tão sonhada, pare e pense os motivos que te deixam assim. Pensar que não deu certo ou que você não tem coragem pra lutar por isso, com certeza vai te deixar mal por um bom tempo. Ao invés de pensar "eu não consigo, porque não tem que dar certo comigo" eu penso "vou trabalhar pra juntar dinheiro pra viagem" ou "sou magra, logo posso procurar roupas que realcem o que há de melhor em mim".

Como algumas de vocês já sabem, estou mudando, aos poucos, meu guarda-roupa e com certeza me sinto mais tranquila, sabe? Ter peças que eu sempre quis ter e que me fazem sentir bonita, isso com certeza muda sua auto-estima e por aí.

♥ Tenha sua independência

Quando comecei a trabalhar no ano passado, eu me senti outra pessoa. É tão incrível você batalhar por conseguir o que mais ama. Você acaba se sentindo com alto astral e mais independente. Depois que sai, acabei tendo aquela crise de querer trabalhar de volta pra ganhar algo e, claro, poder continuar fazendo o que mais amo.

Caso você seja novinho ainda, ainda tem muito pela frente. Ah, uma dica muito boa é: tente montar uma loja virtual, vender bombons na sua cidade ou qualquer outra coisa assim. Ter uma graninha extra no fim do mês com certeza vai te fazer se sentir "independente" financeiramente.

♥ Autoconfiança

Quando eu era mais nova, costumava sempre andar com alguém. E achava que andar sozinha seria um problema. Era quase impossível eu não me sentir mal, caso eu andasse sem amizade nenhuma. Com o tempo, fui aprendendo que eu não precisava disso. Quando ando sozinha hoje, penso nas milhares de coisas que tenho que fazer com o blog, com a minha vida e por aí vai.

Não é questão de ser egocêntrica, mas sim de ter confiança em si. A insegurança acaba afetando de uma forma tão simples, que talvez te deixe "pra baixo" por causa disso aí. Tente não colocar seus sentimentos em prol de outra pessoa, talvez, de alguma forma, essa pessoa pode não estar mais tarde em sua vida.

♥ Ouça suas músicas favoritas (mas que estas não sejam "depressivas")

Ouvir música acabou sendo meu ponto forte. Sempre gostei de vários tipos de músicas, mas, confesso, que, para cada ocasião, existe aquela playlist favorita. Enfim, uma dica que é bem simples: ouvir música, talvez possa te reanimar ou evitar que você fique mal por alguma coisa que você nem sabe o que é.

PS: Quero voltar a fazer vídeos, mas gostaria de saber o que vocês gostariam de assistir. Tudo, menos dicas pra blogs (já faço isso por email). :-)
E aí, o que acharam das dicas? Você já teve a auto-estima baixa? Como superou?

Onde me encontrar: FacebookInstagram ♥ Comunidade ♥ Bloglovin ♥ Youtube

 
Layout feito por Adália Sá | Ilustração feita por Lanillu